Sinais

Ficha técnica

  • Nome: Sinais
  • Nome Original: Signs
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2002
  • Gênero: Ficção
  • Duração: 120 min
  • Classificação: 12 anos
  • Direção:
  • Elenco:

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

07/03/2003

O diretor indiano M. Night Shyamalan conseguiu em seu terceiro filme, Sinais, sucesso de bilheteria nos EUA (US$ 60 milhões no primeiro fim de semana de abertura), as boas condições de trabalho a que fez jus desde sua promissora estréia, com O Sexto Sentido, que lançou ao estrelato o garoto Haley Joel Osment. Com elenco liderado por Mel Gibson e Joaquin Phoenix, Shyamalan fez agora uma espécie de ET para adultos. Se no filme de Steven Spielberg o feioso mas simpático alienígena queria apenas voltar para casa, aqui o contato não é tão amistoso assim. Como em ET, o diretor também escalou crianças curiosas mas acima de tudo temerosas com a possibilidade de encontrar no celeiro uma companhia nada agradável.

Mel Gibson é Graham Hess, um reverendo que perdeu a fé e largou o sacerdócio depois da morte da mulher num acidente de carro. Ele vive numa pequena comunidade rural, onde todos se conhecem pelo nome, na companhia do irmão, um ex-jogador de beisebol (Joaquin Phoenix) e dois filhos pequenos, Morgan (Rory Culkin) e Bo (Abigail Breslin). O campo de sua propriedade está todo cultivado com milho.

Numa manhã, a família acorda com um estranho acontecimento. Uma parte da plantação foi cortada e os buracos na vegetação, vistos do alto, ganharam contornos misteriosos, como sinais gigantescos. Os dois cães da casa passam a ter um comportamento estranho e se tornam ameaçadores.

Mas isso não é um fato isolado. As emissoras de TV revelam que em vários pontos do mundo foram descobertos sinais semelhantes, criando a suposição que possam ser marcas deixadas por alienígenas.

Até o Brasil vira cenário do pânico, pois uma estranha criatura foi vista e filmada não em Varginha, Minas Gerais, mas em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. Detalhe que comprova o cuidado da produção: os pe-rsonagens, crianças mostradas num vídeo, falam português e não espanhol.

O filme mantém um permanente clima de tensão, principalmente nas cenas com as crianças, mas não deixa de reservar alguns momentos de alívio cômico. É difícil abordar a presença de ETs, mesmo na vida real, sem atrair a participação de "especialistas", dispostos a transferir seus conhecimentos para salvar o planeta. Quem nunca foi abduzido atire a primeira pedra no homenzinho verde.

Cineweb-0/9/2002

Luiz Vita


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança