Namoro ou Liberdade

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 2 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Jason e seu melhor amigo Daniel levam uma vida de festas, farra e muita diversão, sem relacionamentos sérios. Após o divórcio de Mikey, juntam-se para ajudá-lo a esquecer a ex-esposa, só que, aos poucos, cada um deles começa a se envolver com diferentes mulheres que mudam seu jeito de pensar.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

19/02/2014

Depois do frescor dos primeiros encontros, chega um momento em que um casal deve decidir para onde vai o relacionamento. Ele se tornará sério ou se manterá casual até que um dos dois desista? Essa é a dúvida principal de Namoro ou Liberdade, estrelado pelo astro de adolescentes Zac Efron (da franquia High School Musical).

Para Jason (Efron) e seu amigo Daniel (Miles Teller), a responsabilidade de compromissos duradouros é praticamente uma prisão. No vigoroso auge dos vinte e poucos anos, a dupla frequenta bares com o único objetivo de levar mulheres para a cama. Apenas sexo, sem ao menos um café da manhã juntos.

Quando Mikey ( Michael B. Jordan), o terceiro integrante da turma, se divorcia de forma traumática de Vera (Jessica Lucas), seus amigos não tardam a levá-lo, mesmo a contragosto, para noitadas. Em determinado momento Daniel chega a pensar em contratar uma garota de programa: “Usamos cupons e conseguimos uma baratinha”, brinca, revelando o tipo de humor em destaque nesta produção.

Como estão dedicados a mostrar a vida sexualmente ativa de solteiro que Mikey perdeu ao se casar, o trio faz um pacto: nada de namoro, apenas sexo casual. O que dá certo até Daniel se apaixonar por sua melhor amiga, Chelsea (Mackenzie Davis), Jason conhecer Ellie (Imogen Poots) e Mikey voltar correndo para sua ex-mulher.

Com piadas sobre sexo, banheiro e uso recreativo de medicamentos para disfunção erétil, esta comédia romântica depende exclusivamente do carisma do trio protagonista. Porém, por mais que convençam como melhores amigos, falta a Efron e Jordan aquele timing para o humor – o que sobra a Teller –, tirando do roteiro grande parte de sua graça ou engenhosidade (por menor que seja).

Mesmo que se diga que se trata de um filme voltado exclusivamente para um público adolescente, é ir um pouco longe demais considerar essa classificação como pretexto para achar que esse público se contenta com qualquer coisa, desde que seus astros apareçam na tela.  Mas foi isso o que produtores e diretor fizeram aqui. 

Rodrigo Zavala


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança