Conexão perigosa

Ficha tcnica


Avaliao do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 3 votos

Vote aqui


Pas


Sinopse

Jovem ambicioso vê a chance de melhorar de vida - e pagar uma dívida - ao aceitar participar de um esquema de espionagem industrial. Porém, ele acabará no meio de uma disputa entre seu chefe e o antigo mentor deste.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crtica Cineweb

16/10/2013

 “Bridge and tunnel people” é um termo pejorativo usado pelos nova-iorquinos para chamar aquelas pessoas que, todos os dias, vão trabalhar na ilha de Manhattan e têm de atravessar pontes ou túneis para chegar lá, vindas dos outros quatro – e menos famosos – condados de Nova York ou das cidades vizinhas. Adam Cassidy (Liam Hemsworth), o protagonista de Conexão Perigosa, é uma dessas pessoas. Ele faz esse trajeto diariamente e é ridicularizado por isso, como acontece logo que uma garota, Emma Jennings (Amber Heard), o conhece. Já na cena inicial, o personagem deixa claro que o seu desejo era atravessar a ponte e não mais voltar.
 
O mundo de sucesso de Manhattan fascina o jovem que, a exemplo dos personagens de Wall Street – Poder e Cobiça e A Firma, faz de tudo para ter seu espaço entre os poderosos que idolatra, copia e tem vontade de subjugar. Neste caso, o protagonista não tem não só um, mas dois mentores para orientá-lo em sua trajetória. Porém, eles estão de lados opostos.
 
Após ter um projeto recusado dentro da Wyatt Corporation e gastar indevidamente o dinheiro da megaempresa da área de telecomunicações, Adam tem como opções virar um desempregado devedor ou aceitar a oferta tentadora do ex-chefe, Nicholas Wyatt (Gary Oldman). O CEO da corporação propõe que o novato entre na empresa concorrente, do seu antigo mestre, Jock Hoddard (Harrison Ford), para ajudá-lo em um esquema de espionagem industrial e assim pagar sua dívida.
 
Escolhendo o caminho mais rentável, o personagem tem seu desejo realizado não só fisicamente, pois ganha um apartamento luxuoso na ilha, como metaforicamente: ele atravessa a ponte e deixa para trás os princípios que aprendeu com seu pai Frank (Richard Dreyfuss) para mergulhar em um ambiente cuja moral é bem diferente daquela que conhecia, em um trajeto praticamente sem possibilidade de volta.
 
A necessidade de estar conectado a todo o momento e a questão da privacidade em um mundo em rede, temas que, como de costume, surgem em filmes que abordam as novas tecnologias, também são debatidos nesta produção. No entanto, se o medo de viver em um “Big Brother” deveria assustar os espectadores de Conexão Perigosa, como sugere o título original Paranoia e a trilha sonora que pontua tensão a cada momento, o trabalho do diretor Robert Luketic foi malsucedido.
 
O cineasta, conhecido por comédias românticas como Legalmente Loira (2001) e A Sogra (2005), se arriscou em um thriller, pela primeira vez, com Quebrando a Banca (2008) e repete a tentativa em seu novo longa, reproduzindo todos os chavões do gênero em uma obra previsível. A maneira como o protagonista usa seu interesse romântico, representado pela personagem de Amber Heard, e a consciência desses atos são alguns desses clichês.
 
Toda a previsibilidade do roteiro poderia ser compensada se Adam fosse um personagem mais atraente para o público. O problema não está na beleza de seu intérprete, que é algo que Liam Hemsworth tem de sobra; e sim no fato que o galã que faz as adolescentes suspirarem não conseguiu segurar a responsabilidade de um papel principal em um trabalho que exige uma maior carga emocional. Nos momentos em que essa intensidade é pedida, os primeiros planos mostram que o ator ainda precisa de mais experiência para estar à frente de uma história e poder carregar um filme.
 
Essa bagagem necessária é o que faz com que os veteranos Harrison Ford e Gary Oldman tentem aprofundar os seus respectivos personagens, sendo do último o mérito por tirar o máximo de seu antagonista nos poucos minutos em que aparece na tela.
 
Enfim, é possível assistir Conexão Perigosa sem grandes problemas. A questão é que talvez não fique muito tempo na memória do espectador.   

Nayara Reynaud


Trailer


Deixe seu comentrio:

Imagem de segurana