Essential Killing

Essential Killing

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Um prisioneiro Talebã é capturado no Afeganistão depois de matar vários soldados americanos. Levado para a Europa Oriental, consegue escapar durante o transporte e inicia uma luta pela sobrevivência numa região coberta pela neve.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

25/05/2012

Essential Killing, do diretor polonês Jerzy Skolimowski, mantém a adrenalina alta do começo ao fim. Praticamente sem diálogos, o filme acompanha um prisioneiro talebã desde sua captura, numa região desértica do Afeganistão, até o momento de sua fuga durante uma transferência de presos.
 
Mesmo sem diálogos, não há como não entender o que se passa na tela. O prisioneiro sem nome, interpretado por Vincent Gallo, que não murmura uma única frase (aparentemente tem problemas de audição, como insinuado durante as sessões de tortura a que é submetido) pensa apenas em sobreviver. Ele chega extenuado à prisão, depois de uma cansativa perseguição no deserto – escondido em uma caverna, ele matou um grupo de soldados americanos com um lança-foguetes encontrado com um companheiro morto.
 
Durante sua transferência para outro país, acaba beneficiado por um acidente com um dos caminhões que tomba com vários prisioneiros. Na confusão, consegue escapar e inicia uma fuga desesperada por uma região florestal em pleno inverno. Não é informado qual o país da paisagem, mas é uma região erma, habitada por lenhadores e caçadores.
 
Em sua fuga, acaba matando outros militares para ficar com suas roupas de frio e arma de fogo. Sem comida e sem saber que direção seguir, ele apenas foge, como se fosse possível encontrar uma saída ou ser esquecido naquela terra gelada de ninguém.
 
Mas a caçada continua, pois ele é responsável pela morte de muitos soldados ocidentais. Nesse ponto, o filme até ganha alguma semelhança com A perseguição, de Joe Carnahan, com Liam Neeson no papel de um homem misterioso que sobrevive a um acidente aéreo com um grupo de trabalhadores numa região também coberta pela neve. A diferença é que esses sobreviventes lutam contra a natureza perseguindo uma tênue esperança de voltar para suas famílias.  
 
Mas o sobrevivente talebã tem apenas a fuga como meta. Por meio de flash-backs ficamos sabendo que ele tinha uma família, mas agora ele parece não ter mais quem buscar. Perdeu tudo na guerra e até sua própria condição de humano é colocada à prova pelas decisões que terá de tomar durante a caçada para se manter vivo por mais algumas horas, até o desafio seguinte.

Luiz Vita


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança