O quadragésimo-primeiro

O quadragésimo-primeiro

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 5 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Premiado em Cannes, esse filme russo traz a história de uma atiradora e um tenente de exércitos inimigos que acabam se apaixonando, apesar de estarem em lados opostos no meio de uma guerra.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

16/09/2011

Premiado em Cannes, esse longa russo de Grigori Chukhrai (A balada do soldado) traz uma história de amor e guerra. Dividido entre um melodrama romântico e propaganda, e embalado por belas imagens.
 
Uma atiradora ( Izolda Izvitskaya) precisa cuidar de um tenente (Oleg Strizhenov) do exército inimigo que foi capturado. Aos poucos, quando ficam sozinhos, vão se aproximando, e percebem que, embora lutem em lados opostos, são igualmente humanos, amam, sofrem, riem e choram – mesmo em lados opostos.
 
No amor e na guerra tudo é válido – como bem mostra o filme. Se o amor aproxima os dois personagens, a realidade da guerra, às vezes, se sobrepõe e os faz lembrar que estão em lados opostos. O belo final é forte e inesquecível, com suas imagens fortes, quando um dos dois precisa fazer uma opção drástica.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança