Anésia - Um Vôo no Tempo

Ficha tcnica

  • Nome: Anésia - Um Vôo no Tempo
  • Nome Original: Anésia - Um Vôo no Tempo
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Brasil
  • Ano de produo: 2001
  • Gnero: Documentário
  • Durao: 73 min
  • Classificao: Livre
  • Direo: Ludmila Ferolla
  • Elenco:

Avaliao do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Pas


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crtica Cineweb

21/02/2003

Quando se fala em feminismo, nos vem à mente mulheres queimando sutiãs em praça pública, na manifestação ocorrida nos Estado Unidos em setembro de 68, contra a eleição da Miss América daquele ano O movimento feminista, no entanto, teve início muito tempo antes, com a inserção das mulheres no mercado de trabalho, durante a I Guerra Mundial, quando a economia da Europa sofria uma forte recessão e, já que os homens estavam lutando, milhões de empregos foram abertos em fábricas e escritórios. Na década de 20, sob a luz das doutrinas esquerdistas, o feminismo começou uma luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres e contra a sociedade patriarcal.

Também no Brasil, muitas jovens foram imbuídas por esse espírito e começaram a assumir papéis que, até então, eram exclusividades masculinas. Uma delas foi Anésia Pinheiro Machado (1906-1999), a primeira mulher a pilotar um avião no Brasil. No documentário Anésia - Um Vôo no Tempo, de Ludmila Ferolla, a história da aviação se mistura à do país e à da emancipação feminina.

De formato bem tradicional e apoiado principalmente em depoimentos e fotos da pioneira, a fita faz uma contextualização bem marcante, ao inserir também imagens da cidade de São Paulo nas década de 20 e 30. Bondes, transeuntes de chapéus, ruas de paralelepípedos e cruzamentos famosos, dão um ar nostálgico ao filme. A Revolução de 24, da qual Anésia participou, jogando flores e panfletos de seu avião - e que a levou à prisão - teve considerável espaço na trama.

Ao mesmo tempo que aviação atraía multidões e os pilotos eram considerados verdadeiros heróis, a mulherada vestia seus novos maiôs vermelhos, sacava cigarros e invadia a mídia. Atitudes bastante ousadas, inspiradas nas heroínas das histórias românticas, mas que se fizeram fundamentais às conquistas femininas na sociedade brasileira. Anésia ilustra tantas outras pioneiras que se dedicaram a um sonho e a um ideal de vida. Nós, mulheres, agradecemos.

Luara Oliveira


Deixe seu comentrio:

Imagem de segurana