O Solista

O Solista

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Steve Lopez é um jornalista em busca de ideias e pessoas interessantes para seus artigos. Um dia, encontra um rapaz com problemas mentais e morador de rua. Ele é um músico de talento extraordinário, mas uma série de fatores o impediram de construir uma carreira.


Extras

- Deleted Scenes

- Featurettes

- Comentary by Director Joe Wright


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

05/11/2009

Depois do sucesso com o premiado Desejo e Reparação, o diretor John Wright volta às telas com uma história sobre compreensão e amizade. Baseado em fatos reais, o roteiro de O Solista mostra como se deu a amizade entre o morador de rua Nathaniel (Jamie Foxx), esquizofrênico e gênio musical, e o jornalista do L.A. Times, Steve Lopez (Robert Downey Jr.).

Em busca de histórias curiosas sobre sua cidade, Los Angeles, Lopez passa o tempo escrevendo sobre fatos cotidianos para o jornal - como um acidente de bicicleta e o atendimento no hospital. Ele vê um grande furo quando encontra Nathaniel tocando violino em uma praça e fica ainda mais impressionado ao descobrir que o aparente vagabundo louco foi aluno da prestigiosa escola de música Juilliard.

O faro jornalístico leva-o a estar cada vez mais presente na vida de Nathaniel. Apesar de a música incidental inserida nas cenas querer demonstrar o início de uma amizade, é mais do que claro que o jornalista está atrás de uma grande reportagem e, no fim, de um livro reunindo os artigos sobre seus encontros.

A roteirista Susannah Grant (de Erin Brockovich) escreve uma obra de luta, que tem como pano de fundo a precarização do trabalho do jornalista. Com tantos companheiros sendo demitidos, aproximar-se de um personagem tão emblemático é uma escolha ou necessidade?

Pelas lentes de John Wright, que explora toda a sensibilidade de Susannah, trata-se de uma amizade que transcende a relação jornalista e entrevistado. Lopez é levado a uma verdadeira mudança que, de tão profunda, torna-o mais humano em suas relações com os demais.

Sem dúvida, O Solista é uma edificante história moderna sobre superação e responsabilidade social, bem realizada pelo competente diretor inglês. No entanto, como uma sobremesa muito doce, o resultado da receita pode levar quem está na mesa a largar o garfo antes da porção final. Demasiadamente sentimental, chega a colocar em dúvida a real relação entre eles.

Rodrigo Zavala


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança