Algo que você precisa saber

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Uma família cheia de problemas é o centro da ação. A matriarca não poupa seus filhos, especialmente aquela que é artista e irá encontrar um segredo do passado de sua mãe que esta pensava estar esquecido.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

01/10/2009

Este é um drama francês que poderia ter sido rodado em qualquer lugar do mundo. Primeiro, porque tem como alicerce narrativo uma família cujos membros estão cheios de problemas comuns, os maiores deles giram em torno de relacionamentos fracassados. Depois, porque a estrutura escolhida pela diretora Cécile Telerman apresenta um formato bastante convencional.

Henry (Patrick Chesnais), recém aposentado e algo entediado, é o patriarca do clã Celliers, mas é sua esposa Mady (Charlotte Rampling) quem parece comandar a casa e os filhos já crescidos, Antoine (Pascal Elbé), Alice (Mathilde Seigner) e a jovem Annabelle (Sophie Cattani).

O herdeiro mais velho dirige uma pequena fábrica de arroz, praticamente falida. Como o dinheiro para abrir o negócio lhe foi dado pelo pai, Antoine tem medo de contar suas penas à família e vive escondendo a situação da empresa. Alice é outra que mal consegue pagar as contas. Artista plástica, ela mora e trabalha em um apartamento cedido pelo pai. Dona de uma obra original e de difícil digestão, divide seu tempo entre drogas, amores fugazes e brigas com o irmão. A caçula Annabelle é quem detém algum auto-controle; trabalha como enfermeira em um hospital da cidade e mantém um caso com um médico casado. Carrega sempre consigo um punhado de cartas de tarô e, à sua maneira, tenta dissipar a tensão evidente entre seus parentes, aumentada pelo humor ranzinza e ácido de Mady.

Mas a “paz” dos Celliers será abalada após a aparição do policial Jacques (Olivier Marchal), deprimido e casado com uma mulher a quem não ama. É a partir desse encontro particular que os personagens serão obrigados a enfrentar seus medos para superar os fantasmas do passado. Esse caminho rumo ao crescimento será regado por trilha melancólica, às vezes excessiva, alguns excelentes diálogos, boa atuação do elenco e um final copiosamente feliz.

Luara Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança