O Procurado

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 2 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Wesley é um jovem frustrado que trabalha num escritório. Sua vida muda quando descobre ser filho de um assassino profissional e que herdou algumas habilidades sobre-humanas.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

21/08/2008

O premiado diretor russo Timur Bekmambetov (Guardiões da Noite) estréia em Hollywood com este suspense de ação. De cara, conta com um elenco repleto de estrelas, entre elas, Angelina Jolie (O Preço da Coragem) e Morgan Freeman (Batman – O Cavaleiro das Trevas) e James McAvoy (Desejo e Reparação).

O roteiro parte de uma série de quadrinhos assinada por Mark Millar e J. G. Jones. Nessa história, Bekmambetov encontra uma forma de lidar com seus maneirismos narrativos e truques visuais, quase sempre com pé na fantasia.

O protagonista é Wesley Allan Gibson (McAvoy) que, numa das primeiras cenas, conta que seu pai o abandonou quando tinha apenas sete dias – o que o leva a se perguntar se o sujeito pensou que havia se tornado pai da criatura mais insignificante do século XXI. Ele trabalha como burocrata num emprego chato e vai levando a vida.

O que Wesley não sabe é que seu pai era um assassino profissional que morreu enquanto trabalhava para uma organização misteriosa chamada Fraternidade – na verdade, uma liga de super-assassinos.

Wesley acaba sendo convocado para entrar, ele também, na Fraternidade. Antes de poder pensar em vingar a morte de seu pai, o rapaz precisa passar por um treinamento físico e psíquico. Para isso, conta com a ajuda de Sloane (Freeman) e de Fox (Angelina), uma personagem durona que faz lembrar sua participação como a matadora de Sr. e Sra Smith.

O lema da Fraternidade é ‘matar um, salvar mil’. Aos poucos, Wesley compra essa idéia. Além do mais, o personagem parece ter herdado do pai poderes extra-sensoriais que lhe dão vantagens sobre seus inimigos. Porém, quando descobre algumas verdades, o rapaz fica em conflito quanto à sua participação na organização.

O Procurado recicla uma série de idéias muito usadas no cinema de ação – em especial Matrix e suas jogadas visuais e elementos do roteiro de Clube da Luta. O personagem de McAvoy, aliás, tem muito a ver com o de Edward Norton naquele filme, um sujeito sem perspectivas na vida que é transformado pela entrada em cena de um personagem de comportamento um tanto estranho, aqui vivido por Angelina Jolie.

Bekmambetov vale-se de todos os clichês possíveis do gênero, tanto no visual, como na narrativa. Quando algumas revelações vêm à tona, nada de novo é descoberto. Praticamente todas as boas idéias presentes no filme são emprestadas de outras obras do gênero.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança