Sex and The City - O Filme

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 2 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Quatro anos depois do final da série da tv, Carrie continua perdidamente apaixonada por Big. Novas questões aparecem na vida das quatro amigas, como gravidez e separações.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

05/06/2008

Apesar de o último capítulo da série Sex and the City ter ido ao ar em 2004, a produção continua arrebanhando fãs pelo mundo, por meio das infindáveis reprises nos canais a cabo e a venda de DVDs. No Brasil, as temporadas chegaram a ser enviadas como brindes aos leitores da edição dominical de um jornal paulistano.

Nesse contexto, não é difícil entender os motivos pelos quais transformar a história em um filme pareceu uma idéia tão atrativa. Com a impressionante comunicação da série com os mais diversos públicos, o longa pode ser considerado uma das mais aguardadas estréias do ano.

Já no início da projeção de Sex and the City – O Filme, o diretor e roteirista Michael Patrick King traz ao espectador uma breve atualização sobre as personagens: a adorável Charlotte York (Kristin Davis), a irônica Miranda Hobbes (Cynthia Nixon), a devoradora de homens Samantha Jones (Kim Cattrall), e, claro, a irreverente Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker).

No final da série, de forma previsível, todas alcançaram seus objetivos amorosos e profissionais. No entanto, o que poderia ter acontecido quatro anos depois? Afinal, durante seis anos, o programa da HBO combateu de forma cínica todos os preceitos vendidos pelos contos de fadas, em especial o “e viveram felizes para sempre”.

Com o desenrolar da história, percebe-se que apenas Charlotte está bem. Com um casamento feliz e uma filha adotada na China, posa como uma princesa de Upper West Side. Enquanto isso, suas amigas amargam provações em seus relacionamentos: o marido de Miranda a trai com outra mulher e Samantha alimenta fantasias com o vizinho, aumentando os problemas entre ela e seu namorado Smith Jerrod (Jason Lewis).

Já a personagem Carrie enfrenta agruras ainda maiores. Depois de 10 anos de um conturbado relacionamento, ela e seu namorado, Mr. Big (Chris Noth), finalmente decidem se casar. No entanto, John (nome real do personagem) titubeia na hora de entrar na igreja e Carrie se vê abandonada.

Nas cenas seguintes, o espectador experimentará uma hora de lições morais, que apontam para a importância da amizade, da auto-estima e da fé no amor. Se a música diz “love is a many splendored thing”, as personagens percebem a deixa e obedecem à melódica letra, sem o sarcasmo e o julgamento que tornaram a série tão conhecida.

Embora Sex and the City – O Filme tenha boas sacadas, o carisma das atrizes não segura a frouxa trama. Inspirado no ácido livro homônimo de Candace Bushnell, a série conseguiu conjugar narrativa, elenco, drama e merchandising (os sapatos de Manolo Blahnik tornaram-se um hit mundial). O filme peca exatamente pelo abuso nesse ponto.

Ao dar destaque aos 89 diferentes figurinos de Carrie, o filme torna-se mais um editorial da revista Vogue, do que propriamente cinema. Ao abrir espaço para piadas de banheiro, em vez de promover um humor educado, as protagonistas se assemelham às pessoas que mais gostam de ridicularizar: as de New Jersey. Quando não investe em uma narrativa dramática que se sustente, o filme nada mais é do que glitter. Quem não gosta de trocar a estética pelo conteúdo, irá se decepcionar. Mesmo sendo fã.

Rodrigo Zavala


Comente
Comentários:
  • 18/11/2016 - 13h05 - Por Karla Seja lá que caminho siga o roteiro, com certeza terá ótimas doses de humor, as tiradas sensacionais de nossas personagens favoritas. Atualmente, Sarah Jessica Parker retorna ao pequeno ecrã como produtor e estrela do Divorce série, que tem 10 capítulos e é lançado simultaneamente nos Estados Unidos e na América Latina. Aqui está mais detalhes sobre esta nova série da HBO: http://www.hbomax.tv/movie/TTL603801. Frances interpreta Sarah, uma mulher com uma relação tensa com seu marido e dois filhos, que descobre que terminar o seu casamento e começar do zero não é fácil. Não podemos perder esta série de comédia em uma bela lugar em Nova Iorque, porque é uma grande proposta.
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança