Quando Estou Amando

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Veterano cantor romântico de clubes, Alain Moreau tem público fiel e solitário. Um dia, na platéia de um show, vê uma bela jovem, por quem se apaixona.



Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

28/05/2008

Em Quando Estou Amando, Gérard Depardieu (Piaf – Um Hino ao Amor) é um cantor veterano e decadente, que ganha a vida se apresentando em bailes da terceira idade, aos quais corações solitários vão em busca de iguais para acabar com o vazio na vida. O personagem poderia se uma dessas pessoas – afinal, ele também está solitário.

Mesmo sentindo que a carreira se aproxima do final, Alain não se deixa abater e trabalha até altas horas. Num desses bailes, ele conhece Marion (Cécile De France, de Um Lugar na Platéia) que trabalha na agência imobiliária de seu amigo Bruno (Mathieu Amalric, de O Escafandro e a Borboleta).

Se no princípio não surge uma atração óbvia entre os dois, a persistência do cantor vai aos poucos conquistando Marion. Mas ela esconde algumas feridas do passado e tenta se concentrar na criação do seu filho pequeno.

O roteiro, assinado pelo diretor Xavier Giannoli, acompanha o jogo amoroso desse casal relutante. A maior qualidade de Quanto Estou Amando é que seus personagens são bastante plausíveis tanto nas suas dores, quanto ansiedades e alegrias, e encontram em Cécile e Depardieu dois intérpretes à altura para lhes dar vida.

Quando Estou Amando é uma comédia romântica, mas, ao modo francês, com uma certa melancolia e questões existenciais aqui e ali consumindo seus personagens. A trilha é embalada por clássicos da música popular francesa, algumas delas interpretadas pelo próprio Depardieu.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança