A Estranha Perfeita

Ficha técnica

  • Nome: A Estranha Perfeita
  • Nome Original: Perfect Stranger
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2007
  • Gênero: Suspense
  • Duração: 109 min
  • Classificação: 14 anos
  • Direção: James Foley
  • Elenco: Halle Berry, Bruce Willis

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Rowena (Halle Berry) é uma jornalista desiludida com a profissão. Um dia, é procurada por uma amiga de infância, Grace, que teve um caso com um famoso publicitário e este a abandonou. Agora, Grace quer se vingar dele. Para isso, entrega à amiga cópia de vários e-mails que trocou com seu amante. Dias depois, a moça é encontrada morta. De posse de todos os e-mails trocados entre a amiga e Harrison Hill (Bruce Willis), Rowena decide investigá-lo para provar que tem culpa no assassinato.


Extras

- Making Of

- Trailers (sem legendas)


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

12/04/2007

Desde seu boom, no final dos anos 90, a internet tem rendido os mais diversos filmes, desde tramas paranóicas, com A Rede, com Sandra Bullock, até comédias românticas, como Mensagem Para Você. Agora, Halle Berry e Bruce Willis protagonizam este suspense de James Foley, que tem como pano de fundo o relacionamento e o sexo virtual.

Rowena (Halle) é uma jornalista cuja matéria bombástica é vetada, porque o político a quem denunciava tem bons contatos dentro do jornal. Desiludida com a profissão, acaba pedindo demissão. Ao mesmo tempo, é procurada por uma amiga de infância, Grace, que diz ter tido um caso com um famoso publicitário, que agora a abandonou. Agora, Grace (Nicki Aycox) quer se vingar dele. Para isso, entrega à amiga cópia de vários e-mails que trocou com seu amante. Isso serviria para fazer uma matéria e denunciá-lo.

Dias depois, a moça é encontrada morta. De posse de todos os e-mails trocados entre a amiga e Harrison Hill (Bruce Willis), Rowena decide investigá-lo para provar que tem culpa no assassinato. Com a ajuda de um colega especialista em informática, Miles (Giovanni Ribisi), ela se consegue um emprego na agência do publicitário e passa a freqüentar as salas de bate-papo na internet onde Grace conheceu o amante.

No anonimato da internet, Rowena e Hill vivem as mais tórridas fantasias sexuais. Uma situação que desperta um desejo mais verdadeiro nela, que passa a questionar se ele é mesmo o assassino.

Começa um jogo de gato e rato entre Rowena e Hill. Ela não perde tempo em seduzi-lo e ele, mulherengo como é, facilita o trabalho. Ao mesmo tempo, à medida que convive com o ex-amante de sua amiga, a jornalista percebe que existem outras pessoas que também podem ter cometido o crime.

A mulher de Hill é uma suspeita em potencial. Rica e infeliz, ela pode ter matado a amante para se vingar do marido. A assistente do publicitário, que cuida muito bem dele, também pode ter cometido o crime. Além desses também há Miles, que sempre teve um interesse não correspondido por Grace.

Como todo bom suspense, A Estranha Perfeita tenta criar tensão e espalhar várias pistas falsas para enganar o espectador até chegar ao seu final-surpresa. O roteiro, no entanto, arma apenas uma expectativa moderada e algumas reviravoltas não muito convincentes até chegar a sua conclusão supostamente bem sacada.

A Estranha Perfeita quer muito ser um thriller sexy, nos moldes de filmes como Instinto Selvagem, mas o diretor parece nunca ter coragem de assumir o lado trash desse tipo de produção, que as torna mais divertidas. O filme acaba resultando apenas num suspense morno, que se leva a sério demais e se firma no ‘sex appeal’ de seus protagonistas para gerar qualquer algum interesse.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança