Os Gigolôs

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Sacha é garoto de programa. Seu assistente é Trevor, que se encarrega de reservar restaurantes e mandar flores para as clientes, todas de certa idade. Um dia Sacha fica doente, Trevor o substitui num encontro. Acaba descobrindo que também tem jeito para a coisa. Os dois se tornam concorrentes e inimigos.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

22/03/2007

Morador em Londres, Sacha (Sacha Tarter) tem uma vida confortável. Mora num belo apartamento, acorda tarde, veste-se bem. Seu assistente, Trevor (Trevor Sather) cuida dos mínimos detalhes de sua rotina para que ele guarde energias para sua ocupação principal – que é ser garoto de programa de senhoras da terceira idade.

Não se vê nenhuma vulgaridade. As clientes de Sacha são todas de fino trato. Gostam de ser acompanhadas a ambientes finos, restaurantes, galerias de arte, festas. Não raro, vão buscá-lo em suas limusines. Sacha, por sua vez, retribui com o máximo da finesse e do cavalheirismo. À primeira vista, ninguém diria que lhe pagam para fazer isto.

Um dia, porém, Sacha sofre um pequeno acidente e precisa mandar um substituto. Trevor acaba indo, meio que a contragosto. Afinal, sua função não passava de fazer reservas em restaurantes, mandar flores às clientes e buscar as roupas de Sacha no tintureiro.

Acontece que Trevor se dá bem e acaba gostando da nova função. Sacha fica enciumado e, de amigos, os dois se tornam concorrentes, trocando farpas à distância e disputando a clientela.

O tom deste primeiro filme de Richard Bracewell – que trabalhava num cinema em Londres e aprendeu sozinho como manejar uma câmera – é leve, amoral e um pouco melancólico. Mostrando uma Londres noturna, entre os bairros de Mayfair, West End e Piccadily, revela criaturas que vivem nas sombras, embora o jogo que jogam seja claro e só haja adultos envolvidos.

Nas entrelinhas, vislumbra-se a solidão das mulheres mais velhas, ainda que com carteiras recheadas. E enriquece o filme que elas sejam interpretadas por prestigiadas atrizes britânicas, como Susannah York (a mãe em três filmes de Superman), Sian Phillips (de Duna e Nijinsky) e Anna Massey (atriz de Hitchcock em Frenesi).

Com um roteiro desenvolvido pelo trio formado pelo diretor e os dois atores, o filme mantém sua fluência a partir da improvisação – uma homenagem ao John Cassavetes de Sombras, embora sem o mesmo brilho. A canção principal da trilha não podia ser outra: Just a Gigolo, de Leonello Casucci, mas tornada famosa na voz de Louis Prima.

Neusa Barbosa


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança