O Passageiro - Segredos de Adulto

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Antonio (Bernardo Marinho) é um jovem rico, que leva uma vida tranqüila, embora tenha um relação conturbada com o pai. Quando este é assassinado, o rapaz começa a especular sobre o crime, o que o leva a outra mulher, que está ligada ao passado de seus pais. É por meio desse duro aprendizado que ele entrará no mundo adulto.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

11/01/2007

A dura transição da vida de adolescente para o mundo dos adultos é o tema central da ficção O Passageiro – Segredos de Adulto, a segunda incursão na direção do produtor de Flávio R. Tambellini (Bufo e Spalanzani). O longa tenta abraçar diversos temas, a maioria relacionados à transição do jovem para o mundo adulto, mas nem sempre consegue ir a fundo em suas propostas, deixando muitas pontas interessantes soltas até chegar ao seu final. O que conduz essa narrativa é o ritual de passagem de Antonio (Bernardo Marinho), um jovem carioca de classe alta, que não se dá bem com o pai.

Apesar de rico, o rapaz parece ter consciência social. Por isso, faz trabalhos voluntários em escolas de periferia, o que nem sempre agrada ao pai, o banqueiro Mauro (Antonio Calloni). Depois de uma noitada envolvendo drogas e bebidas, Antonio encontra o pai na porta de casa e os dois discutem e se acusam. O pai acaba assassinado, o que causa um choque no menino.

Não se sabe quem cometeu o crime, mas encontra-se uma pista. Uma acompanhante de Mauro deixou um batom no carro. Antonio acha o celular do pai e começa a contatar a suposta amante. Acaba conhecendo a fotógrafa Carmen (Carolina Ferraz), mulher que irá concretizar a passagem de Antonio para o mundo adulto.

Essa é a trama central do filme, que tem roteiro assinado por Cesario Mello Franco, baseado no seu romance homônimo. Tentando dar mais sustentação à história, existem algumas insinuações de tramas paralelas que nunca se justificam muito ou se concretizam como narrativa.

No colégio, Bernardo tem diversos amigos e amigas, cada um com um problema. Como a garota que vai fazer um aborto, ou uma possível namoradinha que está em dúvida sobre sua sexualidade, além do amigo envolvido com um traficante. São pequenas insinuações que apenas desviam a atenção da trama central, que tem um potencial pouco explorado.

Bernardo transita como um passageiro por sua vida. Em busca de uma certa estabilidade, ele tenta achar uma forma de decifrar os segredos desse mundo de adultos para o qual ainda não está preparado, mas onde terá que fazer uma entrada forçada.

Talvez Tambellini leve muito a sério uma frase dita pela mãe de Bernardo, vivida por Giulia Gam. Para ela “tudo o que é profundo é triste”. Parece que o diretor quis evitar um filme profundo, pois este seria bem triste, mas ainda assim, bem mais interessante.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança