Firewall

Ficha técnica

  • Nome: Firewall
  • Nome Original: Firewall
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2006
  • Gênero: Ação, Suspense
  • Duração: 105 min
  • Classificação: 16 anos
  • Direção:
  • Elenco: Harrison Ford, Paul Bettany

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Jack Stanfield (Harrison Ford) é um especialista em segurança de rede de computadores que é seqüestrado, junto com sua família, para ajudar uma gangue a fazer um assalto milionário. Ele tentará de todas as formas enganar os ladrões, proteger o banco onde trabalha e salvar a vida dos seus.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

06/03/2006

Um dia a idade chega para todo mundo. Inclusive para Harrison Ford, o eterno Indiana Jones, que se esforça para não mostrar sinais de cansaço no suspense Firewall – Segurança em Risco, no qual, mais uma vez, interpreta um homem comum que vira herói. Do alto dos seus 63 anos, o ator corre, briga, apanha e bate – mas o que mais impressiona é o quanto ele perde o fôlego em meio a tudo isso. É bem verdade que se o roteiro do longa fosse um pouco mais interessante, a forma física de Ford nem seria tão notada. Mas como não tem nada melhor para se acompanhar nessa história vergonhosamente previsível, é mais divertido ficar imaginando se o protagonista vai ter um ataque do coração ou não.

Ford é Jack Stanfield, um especialista em programas de segurança para computadores que trabalha num grande banco norte-americano. Pai eficiente e marido devotado, ele é daqueles que reclamam de ter que ir fazer uma média com um executivo inglês depois do expediente. Porém, esse britânico, Bill Cox (Paul Bettany) se revela um sofisticado ladrão que, com a ajuda de sua gangue, invade a casa de Jack e seqüestra sua mulher (Virginia Madsen) e os dois filhos pequenos.

Numa daquelas desculpas que só os filmes de Hollywood sabem fabricar, Cox quer que a quantia de 100 milhões de dólares seja transferida de diversas contas do banco onde Jack trabalha para a sua própria. E, claro, ele é a única pessoa capaz de quebrar seu próprio esquema de segurança e roubar a grana para o ladrão.

Se o roteiro do estreante Joe Forte não traz absolutamente nada de novo ou mesmo instigante, ele não precisava também tornar-se cada vez mais constrangedor até chegar a seu ato final, no qual pessoas de bom gosto e fãs de Ford devem fechar os olhos para não ficarem constrangidos.

A grande sacada dos filmes de suspense é que eles podem romper os laços com o cinema realista, com o drama, forçando situações e resoluções implausíveis no mundo real. Ainda assim, é preciso o mínimo de discernimento para não parecer que o filme esteja rindo da cara de seu público. Em Firewall não é apenas a segurança que está em risco, mas também a inteligência da platéia.

O diretor inglês Richard Loncraine ligou o piloto automático e dirigiu com competência até onde pode. Ford usa a sua meia expressão facial e precisa desesperadamente fazer um filme bom e/ou que dê lucro. Virginia Madsen não lembra nem a sombra daquilo que ela fez tão bem em Sideways e lhe valeu uma indicação ao Oscar. Seria um daqueles casos de maldição pós-Oscar (à la Halle Berry e Gwyneth Paltrow) mas sem Oscar? Já Bettany parece estar em outro filme. Ele se diverte, só ele, e ninguém mais.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança