Sobre Pais e Filhos

Ficha tcnica


Avaliao do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Pas


Sinopse

Jim Winters (Anthony LaPaglia) é um jardineiro viúvo que cuida de seus filhos adolescentes. No entanto, as cicatrizes do passado custam a deixá-los em paz. Agora, o rapaz mais velho quer ir embora para uma outra cidade, em busca de seus sonhos.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crtica Cineweb

13/02/2006

A certa altura de Sobre Pais e Filhos, o jardineiro Jim Winters (Anthony LaPaglia) comenta que criar um jardim é fácil, o difícil é a manutenção. A constatação confunde-se com o que esse drama indie prova em cerca de uma hora e meia: criar uma família é fácil, o difícil é mantê-la saudável. O diretor e roteirista Josh Sternfeld elaborou uma história sutil e com efeito profundo a partir de uma tragédia e das suas conseqüência.

A tragédia, aliás, nem é mostrada em cena. O que interessa mais a Sternfeld é o que vem depois, ou seja, como as pessoas sobrevivem a isso. Winters tem dois filhos crescidos, que estão em busca de sua própria identidade no mundo. Gabe (Aaron Stanford) é o mais velho, que trabalha numa estufa e pensa em fazer algo maior de sua vida. Pete (Mark Webber) é o caçula, com deficiência auditiva e sérios problemas na escola. A tragédia que cerca esses homens aconteceu há cinco anos, mas ainda ecoa na vida deles: um acidente que matou a Sra Winters.

O que Sobre Pais e Filhos faz é mostrar o quanto essas três pessoas estão lutando para se manterem sãs, sobreviverem a algo muito maior do que eles. Dessa forma, Sternfeld não busca grandes explosões emocionais – o filme é bem contido. Na superfície, quase nada acontece, mas no fundo esses personagens estão passando por grandes e profundas transformações, captadas com precisão e sutileza pelo roteiro.

A narrativa se apóia em pequenos incidentes que a longo prazo resultam em algo bem maior. Assim, o roteiro privilegia soluções pertinentes, bem mais próximas da realidade, como por exemplo, quando Gabe decide partir e tem que lidar com o fim de seu namoro.

Trata-se de uma história basicamente masculina. Dessa forma, os personagens femininos são menos explorados, como é o caso da namorada de Gabe, Stacey (Michelle Monaghan), e a nova vizinha vivida por Allison Janney. Seus personagens parecem menos desenvolvidos, por mais que as atrizes se esforcem.

Já o trio central se sai muito bem na difícil tarefa de fazer parecer que nada está acontecendo, enquanto eles passam por profundas revoluções pessoais internas. O australiano LaPaglia transforma um personagem que poderia ser um chato num ser humano verdadeiro, com conflitos, ansiedades e aspirações. O resultado é um filme simples, mas não simplório, e bem acima da média dos edificantes dramas familiares que têm tomado os cinemas nos últimos tempos.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentrio:

Imagem de segurana