No Direction Home: Bob Dylan

Ficha técnica

  • Nome: No Direction Home: Bob Dylan
  • Nome Original: No Direction Home: Bob Dylan
  • Cor filmagem: Preto e Branco
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2005
  • Gênero: Musical, Documentário
  • Duração: 207 min
  • Classificação: Livre
  • Direção: Martin Scorsese
  • Elenco:

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 4 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Produzido para a TV norte-americana, o documentário acompanha 25 anos na vida e carreira do músico e poeta Bob Dylan. O processo criativo, sua fama e os problemas que enfrentou são alguns dos temas abordados. Lançado direto em DVD no Brasil.


Extras

-Menu interativo

- Seleção de cenas

- Apresentações completas de Bob Dylan

- Apresentações de convidados

- Peça promocional inédita de "Positively 4th Street" de 1965

- "Blowin' in the Wind" - ao vivo na TV: março de 1963

- "Girl of the North Country" - do especial "Quest", feito pela TV canadense, jamais exibido: fevereiro de 1964

- "Man of Constant Sorrow" - ao vivo na TV: março de 1964

- "Mr. Tambourine Man" - Newport Folk Festival: 26 de julho de 1964

- "Love Minus Zero / No Limit" - Londres, Inglaterra: maio de 1965

- "Like a Rolling Stone" - ao vivo em Newcastle, Inglaterra: 21 de maio de 1966

- "One Too Many Mornings" - ao vivo em Liverpool, Inglaterra: 1 de maio de 1966

- Spot promocional de "Positively 4th Street", jamais divulgado

- "I can't leave her behind" - em composição, num quarto de hotel - Glasgow, 19 de maio de 1966


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

11/11/2005

Depois de 40 anos de carreira e muita reserva sobre sua vida pessoal e seu processo criativo, o compositor e cantor Bob Dylan resolveu contar tudo – ou quase. Mas, a verdade é que com o primeiro volume de sua autobiografia (publicado no ano passado) e com este documentário, No Direction Home: Bob Dylan, dirigido por Martin Scorsese, Mr. D fala de muita coisa sobre sua vida, suas ideias, sua visão de mundo.

São mais de três horas de documentário, e ainda assim, Bob Dylan continua um mistério. Ainda bem. O documentário de Scorsese passa longe de querer explicar o garoto Robert Zimmerman (o sobrenome artístico ele emprestou do poeta Dylan Thomas) que se transformou num ídolo ou, como ele não gosta muito de ser chamado, ‘a voz de uma geração’. De certa forma No Direction Home: Bob Dylan se inscreve na mesma categorias de filmes do diretor, como Touro Indomável, Os Bons Companheiros e O Aviador, que mostram a forma como o tempo e as adversidades interferem na vida das pessoas – mesmo que às vezes despercebidamente.

Nesse sentido, o que está no centro do documentário é a capacidade (e a necessidade) que o artista tem de se reinventar nos Estados Unidos. Em vários momentos, Dylan conta que embora tenha nascido longe das grandes metrópoles, em Minnesota, ele nunca sentiu que iria ficar lá para sempre. O filme explora desde o seu surgimento, como uma espécie de imitador de Woody Guthrie – seu grande ídolo – até se tornar o visionário que conquistou plateias e deu nó na cabeça de muita gente. Em vários momentos o documentário mostra fãs do cantor reclamando que ele traiu sua própria música.

Além de contar com depoimentos de parceiros e amigos de Dylan, Scorsese também usa diversas imagens do documentário Don’t Look Back (67), de D.A. Pennebaker, que acompanha a turnê do cantor pela Inglaterra em 1965. No Direction Home: Bob Dylan cobre os primeiros 25 anos (1941-66) do cantor sem nunca se tornar indulgente ou falar exclusivamente com fãs – embora, certamente, estes serão os que mais aproveitarão o filme.

Alguns pontos da vida de Dylan, como o envolvimento com as drogas ou a família, sequer são abordados. Mas isso também acontece no livro. No Direction Home: Bob Dylan foi pensado para ser, e é, o retrato de um artista quando jovem. Nesse sentido, Scorsese fez um filme charmoso e empolgante, cheio de música e imagens que evocam uma época (para muitos, infelizmente) deixada para trás.

Alysson Oliveira


Comente
Comentários:
  • 23/08/2010 - 15h28 - Por claudia nao entende nada que voces quiseram dizer por isso sejam mais claros. obrigado!
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança