Stealth - Ameaça Invisível

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Dirigido por Rob Cohen (Triplo X), o filme acompanha as aventuras de um trio de pilotos da marinha que é obrigado a testar uma nova nave chamada de Stealth. Controlada por uma inteligência artificial, a engenhoca é capaz de passar invisível por radares inimigos.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

30/08/2005

Quando os principais atrativos de um filme são suas cenas de ação, não se deve ser muito exigente sobre o conteúdo dramático da trama. O que poderia ser considerado bom nessas situações é, na verdade, as quase duas horas de vídeo game não interativo, que anestesia o espectador com uma grande dose de efeitos especiais e sonoras explosões e suas mais variantes consequências.

Um exemplo típico é Stealth - A Ameaça Invisível, que destila todos os clichês existentes em filmes de ação de forma concentrada, o que elimina toda a necessidade de pensar durante o filme. Ainda copia vergonhosamente 2001- Uma Odisséia no Espaço e Top Gun, para construir uma débil estrutura dramática que servirá apenas para respaldar aquilo que mais importa ao diretor: destruição em massa.

A história se centra em três pilotos, os melhores da marinha americana, que voam em avançadas aeronaves de guerra com alta precisão de ataque. São as chamadas “Stealth”, que passam imperceptíveis por radares inimigos – aqui, os terroristas. Por sua excelência, são convocados para testar um novo avião, ainda mais avançado, controlado por uma inteligência artificial denominada “EDI”. Assim, o trio de humanos e o supercomputador se arriscam nas mais absurdas e perigosas missões.

O que acontece em seguida é previsível. Edi (uma cópia mal-ajambrada de Hal) começa a pensar por conta própria e deduzir inimigos a esmo. Cabe aos experientes pilotos deter a tal ameaça e salvar vítimas na Sibéria (?) e sobreviver aos maiores infortúnios. Como o passado pela personagem da atriz Jessica Biel (que já passou por cenas constrangedoras em O Massacre da Serra Elétrica), correndo por quilômetros de soldados sul-coreanos.

Há muitas outras cenas absurdas durante toda a produção, mas algumas delas devem ser aplaudidas por sua engenhosidade. Por mais que sejam estapafúrdias (tanque de combustível voador explodindo), são habilmente planejadas e executadas. E se for considerado que este filme depende exclusivamente desse fator, oferece aquilo que se propôs: mínimas expectativas, grande perigo.

Rodrigo Zavala


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança