Carga Explosiva

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

24/01/2003

Se a intenção do espectador é encontrar um filme para encher os olhos e acelerar a adrenalina, aqui está uma atração à altura. O protagonista, Frank (Jason Statham), é a imagem e semelhança da história: entra em cena, entrega suas encomendas, não faz perguntas e se arranca do cenário, em geral, voando baixo em seu BMW 99 preto. Em outras palavras: modelo Luc Besson - que assina o roteiro e a produção - de rapidez e eficiência. Besson (de O Profissional e O Quinto Elemento) é o francês que melhor dominou os clichês de Hollywood e, sem fingir que está fazendo filme de arte, entrega o que promete, ganha seu dinheiro e vai gastar em Paris. Reclamar, como, se não há propaganda enganosa?

A primeira seqüência, filmada em Nice, é de arrepiar. Frank estaciona seu carro na porta de um banco que está sendo assaltado, para resgatar os dois ladrões - esse é o tipo de serviço que ele faz. Quando o bando sai, trazendo uma pessoa a mais do que o combinado com o motorista, ele simplesmente não sai do lugar. Com um sangue-frio a toda prova, já que policiais armados começam a cercar o carro, recusa-se a dar a partida enquanto não descer do carro um dos integrantes. O argumento: o peso extra poderia colocar a fuga a perder. Os bandidos resolvem o impasse da maneira mais sangrenta possível e o BMW parte com a velocidade de um míssil. Frank promove uma escapada espetacular pelas ruas estreitas da cidade costeira francesa e faz jus ao alto pagamento que recebe.

Ética, moral, bom-mocismo, tudo isso está fora de questão na vida deste ex-militar das Forças Especiais do Exército americano, que vive destas empreitadas perigosas, sem fazer perguntas sobre o que lhe mandam transportar - o que lhe garante uma vida confortável, numa mansão dos sonhos. Frank tem poucas regras: nunca mudar o que foi combinado, não saber os nomes dos clientes, nunca espiar o que está transportando. No dia em que muda a última parte deste código pessoal, sua vida vira do avesso.

Numa de suas missões, Frank desce do carro no meio do caminho para trocar o pneu e ouve um barulho estranho no porta-malas - onde um emissário jogou a encomenda. Contrariando seus hábitos, Frank abre o pacote, apenas para encontrar uma moça amarrada e amordaçada. A beldade é Lai (Shu Qi) e vai dar todo o trabalho que se espera de uma encrenca, amorosa inclusive, no meio de uma aventura para macho como esta.

Pode não ter nada de original - perseguições de automóvel, fugas debaixo d´água, uma luta num ambiente encharcado de óleo. Mas energia e ritmo não faltam, ainda mais tendo à frente um diretor chinês, Corey Yuen, que já coreografou as cenas de artes marciais de Máquina Mortífera 4 e Romeu Tem que Morrer.

Cineweb-6/12/2002

Neusa Barbosa


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança