Festival de Paulínia

“A história da eternidade” se consagra com cinco prêmios no Festival de Paulínia

Alysson Oliveira
“A história da eternidade” se consagra com cinco prêmios no Festival de Paulínia

Uma cerimônia rápida e precisa consagrou o longa pernambucano A história da eternidade, de Camilo Cavalcante, como o grande vencedor do 6th Paulínia Film Festival – levando os prêmios de melhor longa, diretor, ator (Irandhir Santos), atriz (Marcélia Cartaxo, Zezita Matos e Débora Ingrid) e prêmio da crítica, concedido pela Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema.

O filme marca a estreia em longas do premiado curta-metragista pernambucano, e tem previsão de estreia para o começo do próximo ano.

Casa Grande, de Fellipe Barbosa, ganhou  outros quatro prêmios: o Prêmio Especial do Júri, Ator Coadjuvante (Marcello Novaes), Atriz Coadjuvante (Clarissa Pinheiro) e Roteiro (Fellipe e Karen Sztajnberg).

Além das premiações, o cineasta veterano Cacá Diegues foi homenageado por sua carreira, e destacou, além da importância do Polo Cinematográfico de Paulínia, o fato de que a maioria dos filmes em competição foram feitos por jovens cineastas. “É a prova de que o cinema brasileiro está cada vez mais forte”, frisou.

 

Confira abaixo a lista completa de premiados e os respectivos prêmios:


Filmes de longa-metragem
Melhor Filme: R$ 300.000: A HISTÓRIA DA ETERNIDADE, de Camilo Cavalcante
Melhor Direção: R$ 50.000: CAMILO CAVALCANTE, por A História da Eternidade
Melhor Ator: R$ 30.000: IRANDHIR SANTOS, por A História da Eternidade
Melhor Atriz: R$ 30.000: MARCÉLIA CARTAXO, ZEZITA MATOS E DEBORA INGRID, por A História da Eternidade
Melhor Ator coadjuvante: R$ 15.000: MARCELLO NOVAES, por  Casa Grande
Melhor Atriz coadjuvante: R$  15.000:  CLARISSA PINHEIRO, por Casa Grande
Melhor Roteiro: R$ 15.000: FELLIPE BARBOSA E KAREN SZTAJNBERG, por Casa Grande
Melhor Fotografia: R$  15.000: MAURO PINHEIRO JÚNIOR, por Sangue Azul
Melhor Montagem: R$ 15.000: EVA RANDOLPH, por Aprendi a Jogar com Você
Melhor Som: R$ 15.000: THIAGO BELLO por Castanha
Melhor Direção de arte: R$ 15.000: CLAUDIO AMARAL PEIXOTO, por Boa Sorte
Melhor Trilha Sonora: R$ 15.000: JULIANA ROJAS, MARCO DUTRA E RAMIRO MURILO, por Sinfonia da Necropole
Melhor Figurino : R$  15.000: JULIANA PRYSTHON, por Sangue Azul
Especial Júri: R$  100.000: FELLIPE BARBOSA, por Casa Grande

Filmes de curta-metragem
Melhor filme: R$ 30.000: O CLUBE, de Allan Ribeiro
Melhor Direção: R$ 20.000: ALLAN RIBEIRO, por O Clube
Melhor Roteiro: R$ 15.000: CAROLINA MARKOWICZ E FERNANDA SALLOUM, por Edifício Tatuapé Mahal
Especial Júri: R$ 20.000:  O BOM COMPORTAMENTO, de Eva Randolph

Prêmio do Público
Melhor longa-metragem: R$ 50.000: BOA SORTE, de Carolina Jabor
Melhor curta-metragem : R$ 20.000: O CLUBE, de Allan Ribeiro
JÚRI ABRACCINE - Associação Brasileira de Críticos de Cinema
Melhor longa-metragem: A HISTÓRIA DA ETERNIDADE, de Camilo Cavalcante
Melhor curta-metragem: O CLUBE, de Allan Ribeiro


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança