Letras e fotogramas

Jonas e o Circo sem Lona, no É Tudo verdade

Por Alysson Oliveira em 08/04/2016

 

Delicado é uma palavra que reluto em usar, porque já perdeu o sentido – na verdade, acho que ganhou sentidos demais que beira o pejorativo. Mas, não consigo pensar em outra palavra para se começar a falar em JONAS E O CIRCO SEM LONA, documentário da estreante Paula Gomes, que tem sua primeira sessão no país no festival É Tudo Verdade. O filme é sobre um garoto que no quinta de sua casa, na periferia de Salvador, monta uma espécie de circo com outras crianças, para realizar espetáculo com ingressos baratos. Porém, quando acabam as férias, ele se vê sozinho, e com seu sonho esvaziado.

 

Paula Gomes tem uma percepção delicada e aguçada daquele menino e daquela realidade. Acompanhamos a crônica de um sonho perdido. O filme se constrói na dualidade entre o barulho da alegria e o silencio do desolamento.  De certa forma, a breve trajetória de Jonas, como “dono de circo” me lembrou a do PT no poder, com um começo esfuziante e cheio de alegrias até o abandono e solidão. A história do garoto, no entanto, termina com uma nota de otimismo – a outra, não sabemos.

 

Exibições do filme no É TUDO VERDADE - ENTRADA GRATUITA -

 

Rio de Janeiro:

- Sáb, 09/04, às 21h no Espaço Itaú Botafogo (DCP)

- Dom, 10/04, às 13h, no Espaço Itaú Botafogo (DCP)

 

 

São Paulo:

- Seg, 11/04, às 21h, no Cinearte/Conjunto Nacional - (DCP)

- Ter, 12/04, às 13h, no Cinearte/Conjunto Nacional - (DCP)


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança