A Viagem Imóvel

A Itália perde mais um mestre

Por Luiz Vita em 10/01/2015

 Autor de filmes importantes sobre a Itália do pós-guerra, o napolitano Francesco Rosi morreu hoje, aos 92 anos, e não deixa seguidores. "O Caso Mattei", "As mãos sobre a cidade" e Salvatore Giuliano" são obras-primas de uma corrente cinematográfica que os críticos chamavam de cinema-denúncia. Nisso ele foi mestre, ao mergulhar nas mazelas políticas e sociais da Itália, como a corrupção, a especulação imobiliária, o crime organizado, que também são mazelas em tantos países. Grande perda para o cinema, principalmente para o cinema italiano, que ultimamente anda tão pouco criativo.