Letras e fotogramas

Feliz aniversário, Mr. Eastwood

Por Alysson Oliveira em 31/05/2010
 
O grande Clint Eastwood chega hoje aos gloriosos 80 anos, com um vigor de uns 30 – como bem sabemos. Ator, diretor, produtor, compositor e gênio do cinema, ele é mais uma entidade do que um ser humano. Ele já dirigiu meia dúzia de clássicos por aí: Os imperdoáveis, Bird, Sobre meninos e lobos, Menina de ouro, o díptico A Conquista da Honra e Cartas de Iwo Jima, Gran Torino – só para ficar nos mais recentes. Atuar, ele atuou em mais de 60 – e, claro, os mais notórios são os westerns spaguetti, o mais famoso, e talvez o melhor, é Três homens em conflito.
 
Não consigo escolher um único filme dele. Acho que os que citei no primeiro parágrafo disputam o posto de meu favorito. Está bem, se tivesse de escolher um ficaria com Os imperdoáveis, seguido de perto por Sobre Meninos e Lobos.
 
Em sua obra, Eastwood fez uma radiográfica, sempre melancólica, da sociedade norte-americana em transformação – não necessariamente para melhor.
 
Ainda para esse ano (quem sabe no Festival de Veneza, em setembro) ele promete Hereafter – um suspense sobrenatural com Matt Damon e Bryce Dallas Howard. E para 2012, está previsto Hoover, uma biografia do polêmico diretor do FBI J. Edgar Hoover. Leonardo Di Caprio deve fazer o biografado.